Rua Espanha, 287 - Campinas-SP 19 3397-2005 19 3397-2004

A EQUIPE DE F1 MCLAREN FAZ USO DA IMPRESSÃO 3D NOS BOXES

Gostou? compartilhe!

A EQUIPE DE F1 MCLAREN FAZ USO DA IMPRESSÃO 3D NOS BOXES

Quando a McLaren Racing foi para o Grande Prêmio do Bahrain neste último final de semana, eles levaram junto algo não muito comum de se ver logo ali ao lado da pista: uma impressora 3D. A equipe da Fórmula 1 confirmou que, como uma expansão de sua parceria com a Stratasys, especialista em impressão 3D, irá imprimir peças “prontas para a corrida” para o novo carro McLaren MCL32, a fim de integrar rapidamente modificações de design e reduzir o seu peso.

As peças incluem suporte de linha hidráulica em material nylon reforçado com fibra de carbono, cabos de rádio flexíveis de borracha, dutos de resfriamento de freio e aletas da asa traseira, que ajudam a aumentar a carga aerodinâmica traseira no carro durante altas velocidades. Na maioria dos casos, a impressão 3D reduziu o tempo de fabricação de semanas para dias ou mesmo horas, o que ajuda a equipe durante os testes enquanto prepara seus carros para os dias de corrida.

“Estamos consistentemente modificando e melhorando nossos projetos de carros de Fórmula 1, de modo que a capacidade de testar rapidamente é fundamental para tornar o carro mais leve e, mais importante, aumentar o número de iterações tangíveis no desempenho melhorado do carro”, disse Neil Oatley, diretor de design e desenvolvimento da McLaren Racing. “Se pudermos trazer novos desenvolvimentos para o carro uma corrida mais cedo – passando de nova ideia para nova peça em apenas alguns dias – isso será um fator chave para tornar o McLaren MCL32 mais competitivo.”

Enquanto a utilizam-se de impressoras menores, como a uPrint, em tarefas na estrada, a McLaren Racing emprega máquinas mais complexas na sede da McLaren Applied Technologies em Woking, Inglaterra. Tanto a tecnologia de fabricação por filamento fundido (FFF ou FDM em inglês) quanto a tecnologia de impressão PolyJet estão sendo utilizadas para protótipos de modelos de carros novos, ferramentaria de produção e desenvolvimento de peças personalizadas, o que a McLaren espera traduzir para tempos de corrida mais rápidos na pista.

Fonte: Engadget



Gostou? compartilhe!