ASSISTA A ESTA BIOIMPRESSORA 3D IMPRIMINDO OSSOS SINTÉTICOS

Gostou? compartilhe!

ASSISTA A ESTA BIOIMPRESSORA 3D IMPRIMINDO OSSOS SINTÉTICOS

Quando se trata de bioimpressão 3D acessível, de baixo custo, é seguro dizer que ainda estamos a alguns anos de distância de sermos capazes de imprimir órgãos totalmente funcionais.

Aether 1, no entanto, espera representar um passo maior no sentido dessa acessibilidade. A bioimpressora 3D de US$ 9.000 pretende fazer sua estreia no final deste ano e a empresa promete algumas afirmações bastante ousadas – incluindo a sua capacidade de superar os rivais com preços acima dos US$250.000.

Para demonstrar sua promessa, os criadores da Aether 1 recentemente lançaram um vídeo com velocidade aumentada (22x) mostrando uma prova do conceito de como a impressão 3D de ossos pode evoluir.

“O vídeo abaixo mostra dois ossos impressos com um material ósseo sintético, semelhante a hidroxiapatita,” Ryan Franks, CEO da Aether 1, disse à Digital Trends. “Eles estão ligados por um tendão de silicone. Cada osso é envolto em uma banda de grafeno. Fizemos a semeadura com dois tipos de células-tronco diferentes que são os líquidos azuis e vermelho escuro que você vê. Foi principalmente uma impressão para dar uma ideia da funcionalidade básica da Aether 1”.

A principal vantagem que a Aether 1 possui em relação a outras bioimpressoras de baixo custo é a sua capacidade de imprimir mais de dois materiais ao mesmo tempo. Ser capaz de fazer isso é mais do que apenas tempo poupado: imprimir apenas dois materiais ao mesmo tempo é muito restritivo e torna impossível criar estruturas muito complexas.

“A Aether 1 permite a utilização de até 8 seringas extrusoras de uma vez,” Franks continua. “Isso é o dobro do número que você vê no vídeo, o que significa que você pode usar oito biomateriais de uma vez – quatro vezes a quantidade de seringas extrusoras em comparação com outras bioimpressoras de baixo custo, e duas vezes a quantidade de seringas das bioimpressoras mais caras.” Ele acrescenta ainda que vai mesmo ser possível combinar 24 extrusoras em conjunto, o que significa que as pessoas realmente poderão imprimir com 24 materiais diferentes ao mesmo tempo. “Seriam oito seringas, dois extrusores FDM e 14 jatos de gotas”, diz ele. “Mesmo as bioimpressoras mais caras não chegam nem perto disso.”

 

Enquanto nós esperamos o lançamento definitivo da Aether 1 para ver se ela funciona tão bem quanto o Franks diz, esta é uma demonstração maravilhosa de como o sonho da bioimpressão 3D acessível está se tornando cada vez mais real.

Fonte: Digital Trends



Gostou? compartilhe!