IMPRESSÃO 3D AJUDA A DESVENDAR A MORTE DE LUCY

Gostou? compartilhe!

IMPRESSÃO 3D AJUDA A DESVENDAR A MORTE DE LUCY

Impressão 3D ajuda a desvendar a morte de Lucy que é um esqueleto, ou 40% de um esqueleto de Australopithecus afarensis, espécie que os cientistas garantem ser dos nossos antepassados, de aproximadamente 3,2 milhões de anos. Os restos de Lucy foram descobertos em 1974 e nomeado após a canção, que era tocada no rádio na época da descoberta – Lucy in the Sky with Diamonds, dos Beatles.

Utilizando modernos equipamentos de digitalização e computação gráfica, os ossos de valor inestimável foram digitalizados em Março de 2009. Os modelos 3D foram então fornecidos a pesquisadores ao redor do mundo e puderam ser facilmente impressos em 3D.

Com os ossos impressos em 3D os cientistas de todo o mundo puderam analisar as frações dos ossos. Até agora, a causa da morte de Lucy era uma controversa. Ao analisarem os modelos impressos em 3D, no entanto, há um consenso: Lucy morreu ao cair de uma árvore. Confira o vídeo (em inglês) a seguir:

As tecnologias de digitalização 3D e impressão 3D mudaram a arqueologia moderna. Muitos pesquisadores podem estudar os resultados e análises, independentemente do local onde os fósseis foram encontrados através do compartilhamento dos modelos 3D para impressão.

Fonte: 3Druck



Gostou? compartilhe!